Postagens

10:31 (t)PM

Imagem
Ficar sem sutiã. Adoro. Apesar dos meus peitos serem meio caídos desde sempre. Meu nariz tá entupindo, merda. Eu não curto visitas, essa é a realidade. Dias vermelhos, merda (2). Não ter nenhum compromisso é garantia de ficar "zambeta" pela casa sem saber o que fazer e não querendo fazer nada ao mesmo tempo. Fungada de nariz, merda (3). Não sei como terminar isso aqui (nem sei por que comecei). Eu preciso de uma cadeira (aquelas estilo escritório) URGENTE. Fungada de nariz, merda (4). Gengibre, limão, alho, cebola. Ótimos temperos? Não. Chá.

merda (5).


A síndrome do "início sem fim" e atualizações - Querido Diário Otário #2

Imagem
Dispensando a lorota inicial de blogueira irresponsável que não posta nada a mais de um mês, vim aqui (finalmente) falar sobre um problema que eu tenho que está intimamente ligado ao fato de eu não postar nada aqui a mais de um mês, risos. 
Meu apelido carinhoso para esse probleminha é a síndrome do "início sem fim". Veja bem, eu adoro ter ideias novas, começar coisas, pensar em como fazer algo, traçar os caminhos, definir os objetivos, me empolgo com a ideia de dar certo e tudo mais. Mas aí, por algum motivo que eu ainda não descobri qual é, eu paro. Isso já aconteceu com vocês? Por que acontece comigo sempre. Com o blog, com a vida, com tudo, sabe? E eu acho que eu ficaria menos mal se isso tivesse um motivo; mas o fato de não ter me deixa bem chateada por que eu simplesmente não sei por que eu não estou fazendo as coisas que eu queria estar fazendo!
- AFF Ramina, é só ir lá e fazer!
É o que eu sempre digo para os outros. E é bem verdade que quando se trata de mim mesma o …

Sei lá, tô estranha - Querido Diário Otário #1

Desde o último post, que fez parte do meu (atrasado) BEDA, o blog entrou numa geladeira de 2 semanas (eu cheguei a postar dois textinhos mas apaguei por motivos de: não curti, postei mesmo assim, mas deu vergonha depois). Eu não quero que isso aconteça. Eu não costumo acompanhar blogs que postam tão esporadicamente (como eu). Então, eu imagino como deve ser chato entrar aqui e não ter nada. Enfim.

Pra romper com essa barra que é ter um blog e precisar atualizá-lo (hehe), resolvi fazer um diarinho do que eu tenho feito, que não é muita coisa, e do que tem se passado nessa cabecinha kind of desgraçada que é a? Adivinha, a minha.

Produções Roliud Internachonal: Eu já falei aqui, mais de uma vez, que eu não sou muito boa com séries; minha praia mesmo são os filmes. Comecei a assistir "The Vampire Diaries" mas abandonei no terceiro episódio por motivos de: Não aguento mais ver séries/filmes onde as mulheres "se encontram" depois de arranjarem um Boy.
Depois que terminei …

Eu guardo o sábado. O que é isso?

Imagem
O objetivo desse texto não é evangelizar você, apesar do tema ter à ver com religião. É só que hoje é sexta a noite para a maioria das pessoas, mas pra mim já é sábado. Daí eu resolvi vir aqui falar um pouco sobre como é isso de guardar o sábado e, como muitos pensam, ficar 24 horas sem "fazer nada".
Mas, para começar essa conversa, vamos ter que voltar lá no comecinho, quando Deus criou esse mundinho. Em Gênesis 2: 1 e 2, a Bíblia relata que Deus abençoou e santificou o sétimo dia (sábado) como sendo um dia sagrado, um dia em que o homem e a mulher deveriam descansar no sentido literal da palavra. Essa orientação se repete nos 10 mandamentos, em Êxodo 20. E apesar de todas as discussões geradas em cima da santificação desse dia, eu não vou me ater a comprovações, vou simplesmente dizer que eu acredito no sábado como sendo o dia escolhido por Deus para descansarmos. Logo, todo meu planejamento semanal, faculdade, trabalho, tudo é previamente planejado para terminar no pôr-d…

Esse negócio de BEDA

Imagem
Mas Ramina, o que aconteceu? A VIDA. Veja bem, ela acontece. E aconteceu que ontem ficamos sem Post aqui, o que nos deixa com um saldo de -2 posts dentro do mês de Agosto. Mas não vou me lamentar por isso, por que no fim tivemos um saldo legal de bons posts e interação. 
BEDAR me fez lembrar do motivo pelo qual eu escrevia longas histórias românticas à mão e dava para minhas amigas lerem na pré-adolescência. Me fez entender que o processo da escrita é algo muito particular em cada pessoa e que fazer certas comparações não é nada saudável. Me fez julgar meus posts e tentar melhorar minha escrita a cada dia.
Eu falhei, é verdade. Postei tarde, respondi TAG pra não ter que raciocinar muito, fiz uns post's miojo (3 minutos tá pronto) e abordei uns temas meio SHAME. Porém, gosto de pensar que toda essa sequência de erros e acertos era EU sendo, no caso, eu mesma.
"Insuna", eu AMEI fazer parte disso e interagir no blog das Miga e comentar e receber visitas inesperadas e coment…

Lidando com a Ansiedade

Imagem
Esse negócio de crescer é massa né? A gente sempre tem essa mania de reclamar da vida e como ela passa rápido e como era bom quando eu tinha 15 anos, mas a realidade é que eu bem queria estar aqui hoje, com 21 anos, começando a tomar as rédeas da minha vida e conhecendo muito mais de mim mesma do que quando eu tinha 15 anos e só queria, sei lá, dar uns bejo.
Mas, como todas as coisas da vida não são agradáveis e floridas, crescer vem acompanhado de alguns probleminhas que, se não levados da melhor forma, podem se tornar UM PROBLEMÃO, CORRE! Pra mim e acredito que pra você também, um deles (um dos constantes) é a ansiedade. Eita palavrinha danada de ruim. Só de falar dá uns tremeliques. 
Quando eu era mais nova, não que eu seja velha, você entendeu, a ansiedade vinha em momentos muito específicos ou normais. Era quando ia ter um passeio massa da escola, era quando eu ia viajar com minha família e reencontrar minhas amigas, essas coisinhas simples. Mais tarde, depois que eu comecei a tr…

JUST LIKE TAYLOR SWIFT

Imagem
Na última semana Taylor Swift lançou o primeiro single do seu novo álbum (Reputation) que será lançado em Novembro. A música, intitulada "Look what you made me do", cujo clipe foi lançado no VMA (ontem) e já atingiu mais de 24 MILHÕES de views, fala sobre ela não gostar de certas atitudes relacionadas à ela e agora "algo precisa ser feito" (na tradução do título: Olha o que você me fez fazer) para que isso, aparentemente, pare de acontecer, ou simplesmente uma forma de demonstrar como tudo o que acontece não influencia o poder que ela tem para transformar tretas diversas em músicas Topíssimas.

Desde que o mundo é mundo, Taylor Swift é criticada por compor músicas relacionadas à sua vida pessoal e, aparentemente, direcioná-las a pessoas específicas (muitas vezes ex-namorados). Acontece que não é surpresa pra ninguém que compositores de um modo geral se inspiram muitas vezes em sua própria vida para elaborarem letras diversas. Então por que essa atitude NA Taylor se…